terça-feira, 29 de janeiro de 2013

LUTO NO BASQUETE


Morre Ary Vidal, 77 anos, conforme anuncio pelo twitter da Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

O técnico de basquete sofria com problemas renais e cardíacos crônicos e foi internado no Hospital São Lucas, no Rio, desde o dia 23 de outubro do ano passado. As causas da morte, porém, ainda não foram divulgadas. O enterro será na terça-feira, no cemitério do Caju, no Rio de Janeiro.

O maior feito da carreira de treinador Ary Vidal foi a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 1987, na final da Seleção Brasileira contra os Estados Unidos, quando estes foram derrotados na própria casa. 

Além dos feitos pela Seleção Brasileira, Ary Vidal também teve em seu currículo passagens por Tijuca Tênis Clube, Flamengo, Vasco, Fluminense, Minas e Corinthians de Santa Cruz do Sul, pelo qual conquistou o título do Campeonato Brasileiro de 1994.

* Que janeiro termine logo...

3 comentários:

Roberto Ruschel disse...

Nos tempos do Minuano/Bira, conheci o Ary Vidal pessoalmente, quando era técnico do Corinthians de Santa Cruz. Eramos adversários e tivemos até algumas discussões pela mídia, mas sempre em alto nível. Além de técnico reconhecido até no exterior era uma pessoa educada e de fino trato. Os "basqueteiros" estão de luto.

Anônimo disse...

Uma das experiências mais fantásticas que tive em frente à TV foi na final do Pan-americano de 1987 onde o Brasil, depois de estar perdendo por 22 pontos de diferença para os Estados Unidos, virou o jogo e fez 120 a 115. Foi a primeira vez na história que uma equipe americana foi derrotada em casa.

Foi a última vez que os americanos disputaram uma competição com o seu time de universitários, à partir dali só com a turma da NBA.

Karla disse...

baita técnico e pessoa muito bacana e educada... triste...