sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

HOUVE UMA VEZ UM PASSADO...


Em tempo de Garota Verão... Lajeado sempre adorou um concurso!

Aproveitando: boa sorte para Jéssica Aline Ehrenbrink, 15 anos, do bairro Olarias e estudante da Escola Municipal Nova Viena, até o ano passado.

Jéssica participa neste sábado da final do concurso Garota Verão em Capão da Canoa.

4 comentários:

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Pois Laura fui criado à moda antiga. Essa "festa" desprezo não por ser coisa da Rede Bunda Suja que leva cerca de 300 de uma cidade que tem muitas necessidades e sim por que penso que um pai consciente não pode jogar uma filha adolescente numa verdadeira feira de ovelhas. Que me desculpem os que pensam diferente, mas nós já maduros e conhecendo os meios em questão sabemos quão podres são. Só posso lamentar e aproveito a oportunidade para sugerir à Rede Bunda Suja e ao meu companheiro e Prefeito de Capão da Canoa que levem a festa da fumaça para lá também. Nós que vivemos em Xangri-Lá assim como os que vem buscar um descanso de alguns dias para se recomprem e enfrentarem as agruras de mais um ano, nós não merecemos essa praga por aqui.

Alexandre Luiz disse...

Jorge, quanta amargura em teus comentários. Com a tua intelectualidade poderias muito mais. Quanta amargura.....

Eduardo disse...

É Jorge,já comentei uma vez para vc ir administrar o seu blog, que está naufragado... ao invés disso vem tecer comentários aqui,, muitas vezes abusivos, muitas vezes atacando outros leitores,,,é desagradável,,,
Quanto a foto,, o que mais tenho saudades é daquele lindo paralelepípedo..... bem colocado por sinal.....

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Respeito as opiniões contrárias. Não se trata de amargura e sim de conhecimento da vida, creiam.
Há muita gente inocente ainda neste mundo, infelizmente.
E enquanto houver tantos inocentes, muitos bandidos vão acumulando riqueza.
Quanto ao meu blog não está naufragando, muito antes pelo contrário.
Quanto minha "intelectualidade" é engano do prezado leitor, pois sou de muito poucas luzes, mas tenho a coragem de pensar e dizer o que penso sem me esconder atrás de pseudônimo.
Finalizo dizendo que a Internet veio para ficar e o que é mais importante, reformar o mundo dando luz aos quase cegos, pois a partir dela ninguém mais esconde conteúdos.
Exemplo é o Oriente onde verdadeiras dinastias mantidas pelo sionismo estão ruindo como um castelo de cartas.
O que virá depois não sei e confesso até que temo pelo pior.